O que esperar para 2019?

O ano de 2018 foi de inovações, aprimoramentos de produtos e serviços, e 2019? Para onde as empresas vão voltar os olhos? Reunimos algumas tendências para o próximo ano, quando o assunto é Business Intelligence.

Aumento do investimento e adoção de Inteligência Artificial

Pesquisas mostram que 36% das empresas já implementaram Inteligência Artificial de alguma forma e aquelas que ainda não o fizeram, tendem a cair ainda mais no próximo ano. Afinal, com as plataformas de Inteligência Artificial (AI), podem avaliar as entradas de dados mais rapidamente do que os seres humanos, além de descobrir coisas notáveis ​​que as pessoas podem perder sem depender da tecnologia.

A força da inteligência artificial

Devido à AI as empresas conseguem analisar comportamentos, identificar tendências de mercado, avaliar riscos, tomar decisões rápidas e automatizar milhões de atividades que antes consumiam tempo e recursos. Porém, parte das ferramentas geram dúvidas uma vez que não fornecem uma forma transparente de ver os algoritmos ou a lógica por trás das recomendações. Mas, acredita-se que isso será diferente no próximo ano, com uma IA Explicável será possível compreender e apresentar exibições transparentes da forma de “pensar” da máquina, gerando assim, mais transparência e confiabilidade nos resultados.

Linguagem na transformação das empresas

O Processamento de Linguagem Natural (NLP) está quebrando paradigmas em todos os campos da tecnologia. A habilidade de obter respostas por meio de um comando de voz permite que as pessoas, ao perguntar algo, possam obter uma resposta concreta e veloz. Junto a isso, a linguagem natural está evoluindo para dar suporte à conversação analítica, assim, o sistema aproveita o contexto da conversa para entender a intenção por trás da consulta do usuário e promover o diálogo, criando uma experiência de conversação cada vez mais natural.

Com essa evolução, a NPL eleva o patamar analítico das organizações como um todo, permitindo que um funcionário sem habilidade com análises numéricas obtenham as respostas que necessitam para executar seu trabalho de forma precisa.

Autoatendimento ganha a preferência dos usuários

Com o BI de autoatendimento algumas empresas não vão precisar levar os cientistas de dados à sua equipe para mergulharem profundamente nas análises. Um estudo da Gartner prevê que esse software produzirá mais informações de análise do que os cientistas de dados até 2019. A pesquisa também revelou que as empresas consideram o BI como algo que as diferencia no mercado e ajuda a promover uma cultura baseada em dados.

Ou seja, o BI já é uma realidade para muitas empresas e a cada ano fica mais evidente que empresas que não dispõe de uma plataforma de análise de dados terão mais dificuldades para acompanhar o mercado e seus consumidores. Se você tem dúvidas de como uma ferramenta de BI pode te ajudar, entre em contato conosco.

#bi #caxiasdosul #análises #setordeBI #sistema #SelfService #QlikFree

Posts Em Destaque
Posts Recentes