5 formas de metrificar a qualidade de dados


A qualidade dos dados da empresa devem ser observados seguidamente, uma vez que são informações fundamentais para sucesso na gestão de uma empresa. Se os dados são ruins ou imprecisos, os relatórios e as decisões também não serão reais e poderão prejudicar as análises da empresa.

Por isso, todas as organizações devem manter os dados limpos - ou seja, dados com qualidade. Assim, o sucesso das análises será maior, uma vez que os são confiáveis e permitem uma análise muito mais precisa.

A qualidade de dados pode variar pela forma que os dados são elaborados, inseridos, manipulados e até armazenados. É fundamental aumentar as taxas de dados limpos pois são eles que norteiam as decisões e mudanças de processos.

Sendo assim, as empresas precisam revisar e atualizar suas bases com frequência, uma vez que quando há muitos dados incompletos, incorretos, imprecisos ou mesmo irrelevantes, pode ser necessário limpar os dados, ou seja, atualizar o que for possível e excluir aquilo que for irrelevante.

Apresentamos abaixo alguns fatores que autenticam a qualidade de dados, como:

1. Completude: quando há um banco de dados com ausência de informações. Por exemplo, ao cadastrar um contato, o campo de e-mail é considerado de preenchimento obrigatório, mas está em branco, aquele registro se torna irrelevante. Quando isso ocorre, a integridade da qualidade de dados é questionável. Este contato no caso, deve ser apagado para que a base fique limpa.

2. Conformidade: ocorre quando todos os dados estão de acordo com os padrões estipulados como ideal. Tanto no formato, estrutura e nomenclatura padrão, isso facilitará o gerenciamento da planilha.

3. Precisão: ocorre quando há informações incompletas, ortografia incorreta, dados desatualizados, entre outras falhas, podem desencadear em análises imprecisas. Por isso, é fundamental a precisão e a validação da qualidade dos dados.

4. Oportunidade: para garantir a qualidade e limpeza dos dados, também é necessário que os mesmos sejam atualizados. Isso pode gerar oportunidades de negócios e até novas vendas, uma vez que ao manter cadastro de um cliente atualizado, é possível saber quando e o que foi a sua última compra e, assim, oferecer algo complementar ou realizar o pós-venda.

5. Consistência: se a organização possui mais de um sistema, as informações que constam em todos devem ser as mesmas. Caso tenha informações diferentes, há inconsistência nas bases e o processo deve ser reavaliado.

Para garantir a qualidade de seus dados também é fundamental contar com uma tecnologia moderna de integração e gerenciamento de dados isso pode facilitar muito o processo de padronização e qualidade de dados. Entre em contato e descubra como podemos ajudar a sua empresa.

#dados #dado #bi

Posts Em Destaque
Posts Recentes