Como escolher uma ferramenta de BI

Toda organização deseja ser orientada por dados, usar dados para aprimorar a tomada de decisões, solucionar os problemas mais desafiadores e aumentar a receita e lucratividade. Porém, muitas ferramentas de BI não acompanham o ritmo da economia digital e o crescimento de novas tecnologias como nuvem e inteligência artificial. Por isso, separamos alguns critérios da plataforma moderna de analytics que trazem mais benefícios para a sua empresa. Objetivo Primeiro, considere suas metas de curto e longo prazo com uma plataforma de análises. Como o BI vai impulsionar valor? Como você espera que os dados contribuam com seus negócios? Você busca compreender melhor os principais KPIs, a evolução dos seus negócios e os porquês? Deseja capacitar mais pessoas em sua organização para usar dados e reagir rapidamente com base em dados em mudança? Parte interessadas Para que o analytics tenha um impacto global em seus negócios, hoje e amanhã, busque uma plataforma que capacitará os usuários de qualquer nível de competência a trabalhar com dados. Toda a sua força de trabalho deve poder explorar dados livremente, descobrir insights ocultos, tomar decisões mais inteligentes e gerar mais valor. Avalie quais usuários terão acesso a dashboards, relatórios, processamento de linguagem natural e recursos self-service. Se a plataforma será limitada a uma linha ou função de negócios específica ou existe uma estratégia mais ampla? Investimento Muitas empresas consideram apenas o preço de compra inicial quando escolhem uma plataforma de análise de dados. Mas o custo total de propriedade pode ser muito mais que isso. Busque preços competitivos, com atenção aos custos adicionais. Lembre-se de avaliar se você vai trabalhar na nuvem com uma oferta de Software-as-a-Service (SaaS) fácil de adotar ou precisará de uma solução on-premise mais tradicional? Quais são os custos de subscrição e manutenção de software - para o produto principal de análise, produtos de terceiros e tecnologias subjacentes necessárias? Visualização self-service Nos melhores ambientes de visualização self-service, os usuários e as equipes podem analisar todos os dados e fazer descobertas confiáveis e significativas. Geralmente, os recursos self-service são muito importantes para usuários como analistas de negócios e desenvolvedores de analytics. Analise se a interface de criação é intuitiva, permite arrastar e soltar e se tem menus/ propriedades simples. Se a experiência de criação usa inteligência de máquina para sugerir gráficos e análises adequados com base nos dados. Dashboards e app intuitivos Usuários menos habilidosos com dados precisam de mais do que relatórios estáticos. Elas precisam de uma forma para pesquisar e explorar dados, descobrindo padrões, conexões e insights que possibilitarão a tomada de decisões relevantes. Os dashboards interativos e os apps de análises guiadas tornam isso possível, beneficiando uma grande variedade de usuários de negócios, gerentes e executivos. Avalie se existem ferramentas de autoria intuitivas para um rápido desenvolvimento de dashboards e aplicativos de analytics. Se também existem controles no nível do aplicativo e funcionalidades para criar uma experiência interativa, incluindo controles deslizantes, botões, opções de layout etc, assim como se um aplicativo pode guiar um usuário por um processo linear de exploração. Análises incorporadas e personalizadas O mesmo vale para usuários mais experientes. Utilizando APIs públicas, os desenvolvedores podem criar aplicativos de analytics totalmente personalizados para praticamente qualquer situação ou finalidade. E, com as análises incorporadas, você pode adicionar dashboards e visualizações a seus apps operacionais, para que mais usuários possam fazer descobertas com seus dados. Lembre-se de verificar se existe um conjunto completo de APIs públicas e documentadas disponíveis para personalizar e integrar aplicativos. Se essas APIs incluem uma gama completa de acessos e acesso à administração/gerenciamento. Em resumo, busque por uma plataforma de analytics que possa abranger todos os seus casos de uso em uma estrutura unificada e governada. Por exemplo, os relatórios continuam sendo tão importantes quanto eram há décadas. Por isso, você não precisa manter uma arquitetura separada para dar suporte a eles. E, se a visualização de dados self-service for uma alta prioridade em sua lista, você também deve considerar a interatividade de seus dashboards. Finalmente, com recursos cada vez mais inovadores, como pesquisas e análise de dados conversacional, você irá desejar ter uma plataforma totalmente aberta que possa ser personalizada e ampliada para dar suporte a quaisquer possibilidades. E não se esqueça dos usuários. Você tem uma ampla gama de usuários com diferentes níveis de competência. Sua plataforma de analytics deverá dar a todos – independentemente do conjunto de habilidades – o poder de fazer descobertas usando seus dados. Assim como a Qlik, que atende esses e outros requisitos. Para conhecer melhor, agende sua demonstração clicando aqui. Fonte: Qlik

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square